Atividade: Painel

 

 

A PSICOPATIA NA PERSPECTIVA DA ANÁLISE DO COMPORTAMENTO: COMPREENSÃO DO COMPORTAMENTO CRIMINOSO E UMA ANÁLISE DO FILME SEVEN – OS SETE CRIMES CAPITAIS

 

ALANA FERNANDES PEDROSO

Lais Ferla

Cynthia Carvalho Jorge

 

Unipar

 

A psicopatia, conhecida como Transtorno de Personalidade Antissocial (TPA) trata-se de um quadro clínico caracterizado por ações violentas e agressivas, acompanhadas da ausência de sentimento de culpa, remorso e empatia. A Análise do Comportamento compreende as psicopatologias como excessos ou déficits comportamentais, instaladas e mantidas pelas contingências de reforçamento, e influenciadas pelos três níveis de seleção (filogênese, ontogênese e cultura). A psicopatia, não obstante, também é compreendida como produto do entrelaçamento destas variáveis. O presente trabalho visou investigar as contingências de reforçamento que possibilitam a instalação e manutenção dos comportamentos característicos do TPA, e realizar uma análise dos comportamentos criminosos apresentados pelo protagonista John Doe, no filme Seven – Os Sete Pecados Capitais. Os comportamentos característicos do TPA, comumente, são denominados pela literatura comportamental, como ‘comportamentos agressivos’ ou ‘antissociais’. Após revisão sobre o tema, verificou-se que pessoas que apresentam tal excesso comportamental, possivelmente foram expostas A inúmeras contingências coercitivas ao longo de sua história, como por exemplo: violências familiares, experiências de negligência parental, ou abuso emocional/físico, relações violentas e abusivas, e outras condições adversas. Os textos, de forma geral, apontam que, a criança, ao conviver em ambientes violentos, aprende padrões agressivos de comportamento através de seus modelos, e ao exibi-los passa a ser reforçada naturalmente. O comportamento agressivo pode ter função de mobilizar atenção das pessoas no ambiente (SR+), intimidar o outro e interromper punições e estimulações aversivas nos relacionamentos interpessoais (SR-), e várias outras. Um exemplo visível de um quadro de psicopatia pode ser observado no filme Seven – Os Sete Pecados Capitais. John Doe se passa por um serial killer que planeja e executa o assassinato de pessoas que, em sua perspectiva, vivem suas vidas como pecadores. O filme expõe uma série de variáveis do ambiente interno e externo do personagem que controlavam suas ações criminosas. Dentre as variáveis controladoras, encontravam-se suas autorregras. Exemplos destas são: ‘se alguém pecar, e praticar algum dos 7 pecados, então esta pessoa deve ser punida’, e se eu realizar tais crimes, então serei lembrado pelas pessoas para sempre’. O filme demonstra também que uma das principais funções do comportamento agressivo e criminoso, era a de produzir sofrimento e dor em suas vítimas, uma vez que o personagem apresentava reações de satisfação e prazer ao observar as cenas de tortura e sofrimento. Verificou-se grande dificuldade de encontrar produções cientificas a respeito do TPA no campo da Análise do Comportamento.

 

Palavras-chave: psicopatia; comportamento antissocial.