Atividade: Estudos de Casos Clínicos

 

EMMA BOVARY FORA DOS LIVROS: COMPORTAMENTO SENSORIAL À LUZ DA TERAPIA POR CONTINGÊNCIAS DE REFORÇAMENTO (TCR)

 

RAQUEL DEPERON

ITCR – Campinas

NuLiAC

 

Emma (32), casada com Charles há 6 anos, trabalhava como analista financeira. Entre namoro e casamento, estava há 19 anos se relacionando com Charles. Procurou psicoterapia ao término de um relacionamento extraconjugal que mantinha com Rodolphe desde o início do casamento. Emma e Rodolphe trabalhavam na mesma empresa e mantinham um relacionamento abusivo. Rodolphe se comportava de forma a exercer excessivo controle sobre os comportamentos de Emma, principalmente no que se referia a aparência física dela. Ela, entretanto, via esses comportamentos de Rodolphe como demonstrações de carinho e cuidado. Nas sessões iniciais, Emma pouco falava de Charles e passava boa parte das sessões se referindo a Rodolphe, ao relacionamento e seu término. Dizia que precisava aprender a viver sem Rodolphe para que não sofresse mais e que gostaria de “recuperar” seu casamento com Charles. Ao longo do processo de psicoterapia, foi ficando evidente que Emma comportava-se de forma excessivamente sensorial (comportava-se prioritariamente em função do que seria reforçador ou não de maneira imediata para ela) e era pouco sensível ao outro (em especial ao marido). Emma descrevia Charles como um marido dedicado e carinhoso, com queixas restringindo-se basicamente à vida sexual do casal. Além disso, assim como a Madame Bovary de Flaubert, a cliente também veio de uma família de condição socioeconômica inferior à do marido e, em grande medida, o relacionamento entre eles era mantido em função do que ele lhe proporcionava em termos materiais e de status. O objetivo central da apresentação é traçar um paralelo entre as Contingências de Reforçamento (CR) operando na vida da cliente e  aquelas descritas no romance “Madame Bovary”, destacando  as CR envolvidas no padrão de comportamento excessivamente sensorial da cliente. Serão discutidas também as estratégias adotadas em sessão que buscavam o desenvolvimento de um repertório de maior sensibilidade ao outro por parte de Emma.

Palavras-chave: Terapia por Contingências de Reforçamento; comportamento sensorial, relacionamento extraconjugal

.