Atividade: Comunicação Oral (Estudo de Caso Clínico)

 

A DIMENSÃO COMPORTAMENTAL DA ANÁLISE APLICADA DO COMPORTAMENTO NA CLÍNICA: UM ESTUDO DE CASO

MARJORI STHEFANY FANTIN

Nathália Ferreira Costa

Universidade Anhembi Morumbi e Paradigma Centro de ciência e tecnologia do Comportamento

 

Thais Cristine Martins

Universidade Anhembi Morumbi

 

Melissa (56), divorciada, desempregada. Residia com os dois filhos e o ex-marido e procurou psicoterapia em  uma clínica escola em São Paulo devido a um diagnóstico de Transtorno de Pânico (que posteriormente foi alterado pelo psiquiatra para Depressão Recorrente). Adicionalmente, a cliente descrevia relações conflituosas com todos os membros da família. Baer, Wolf e Risley (1968), ao apresentarem a dimensão comportamental da intervenção psicoterapêutica, destacam que o foco deve ser o comportamento em si e não o que o indivíduo diz sobre seu comportamento. O objetivo do presente trabalho foi avaliar se as técnicas da psicoterapia analítica funcional (FAP) atenderiam a tal dimensão comportamental proposta. Para tanto, analisou-se a história de contingências de reforçamento da cliente para definir quais comportamentos deveriam ser extintos e quais deveriam ser desenvolvidos e instalados. Foram identificados quais eram os comportamentos clinicamente relevantes tipo 1 (CRBS) da cliente (comportamentos-problema) e, a partir do modelo da FAP, foram realizados procedimentos que tinham como função desenvolver CRBS tipo 2 (indicativos de melhora dos comportamentos-problema). Melissa permaneceu em processo de psicoterapia por 7 meses. Nesse período, o comportamento-problema da cliente de transferir para os outros e eximir-se da responsabilidade foi eficazmente evocado em sessão pela psicoterapeuta e, posteriormente, extinto. Também foi modelado o comportamento de auto-observação, considerado importante para melhora do problema. A partir desse caso clínico e dos comportamentos que foram evocados, extintos e modelos, podemos pensar na possibilidade da FAP ter atingido a dimensão comportamental na terapia. Não foi possível analisar se a cliente generalizou seu comportamento, pois as sessões foram encerradas.

Palavras-chave: Psicoterapia analítico-funcional; dimensão comportamental; psicoterapia clínica.