Atividade: Painel (Pesquisa experimental básica)

O AUTORRELATO DE CRIANÇAS SOBRE SEUS DESEMPENHOS EM LEITURA E OS EFEITOS DA PERDA DE REFORÇADORES SOBRE A CORRESPONDÊNCIA FAZER-DIZER

MARIANA QUESSADA MACCA

Mariéle de Cássia Diniz Cortez

Julio César Coelho de Rose

 

Universidade Federal de São Carlos

O presente estudo levou em consideração que o responder verbal é um comportamento operante estabelecido e mantido por contingências de reforçamento   que, portanto, é possível analisá-lo também como variável dependente. O objetivo do estudo foi avaliar, em linha de base, o padrão de relato (correspondência, não-correspondência ou omissão do relato) de nove crianças sobre seus desempenhos (acertos e erros) em uma tarefa de leitura, e verificar o efeito da retirada de pontos contingente ao padrão de relato cuja frequência tenha sido maior na linha de base. “Fazer” foi definido operacionalmente como ler uma palavra em voz alta e “dizer”  consistiu em relatar sobre o desempenho na tarefa. O procedimento foi planejado com as seguintes condições experimentais: 1) Linha de base (que avaliou o padrão de relato dos participantes em termos de correspondência, não-correspondência ou omissão de relato) e; 2) Retirada de pontos contingente ao padrão de relato mais frequente na linha de base (para verificar o efeito da retirada de reforçadores contingente a um tipo de relato específico). Os reforçadores eram pontos que podiam ser trocados por brinquedos e materiais escolares. Os resultados mostraram que oito das nove crianças apresentaram um padrão de relatos correspondentes de erros na linha de base. A única criança que emitiu relatos não correspondentes durante a linha de base foi exposta à segunda condição do procedimento (retirada de pontos). Os resultados indicaram diminuição nas porcentagens de relatos não correspondentes e aumento nas porcentagens de omissões. A despeito do baixo número de participantes expostos a todas as condições experimentais, a inserção da variável independente (retirada de pontos) parece ter efeito na variável dependente (padrão de relatos). O papel da idade das crianças nos padrões de relatos observados em linha de base também foi apontado como possível variável crítica na correspondência fazer em tarefas de natureza acadêmica.

Palavras-chave: Correspondência verbal/não-verbal; relato verbal.