Atividade: Painel (Estudo de caso clínico)


RELATO DE EXPERIÊNCIA DE UM ESTÁGIO DE PSICOLOGIA DA SAÚDE ENVOLVENDO PACIENTES COM CÂNCER DE PELE

 

MARINA FREDERICO GIACHETO

Ana Cristina Zordan Rani

UNIFAFIBE


 A Psicologia da Saúde é de suma importância para a geração de qualidade de vida e promoção de saúde no processo saúde-doença, favorecendo o bem-estar físico e psicológico do indivíduo envolvido neste contexto. O objetivo deste trabalho é apresentar um relato de uma experiência de estágio supervisionado na área da Saúde Coletiva. Tal trabalho foi realizado em uma fundação filantrópica que visa atender pessoas que necessitam de um acompanhamento médico por conta da prevenção ou tratamento de diversos tipos de câncer. As intervenções foram desenvolvidas com pacientes que já haviam sido diagnosticados com câncer de pele ou que apenas aguardavam a confirmação de exames, no formato de grupo de sala de espera, onde a média de idade entre os participantes era de aproximadamente 70 anos. Os grupos aconteciam uma vez por semana, onde foram estruturados em dez sessões semanais com duração de duas horas e meia cada uma, sendo que o número de participantes variava entre 10 a 15. A partir da criação de tais grupos, foram trabalhadas algumas questões voltadas para a qualidade de vida diante da aplicação de técnicas de relaxamento, treino para habilidades de enfrentando e manejo de estresse para lidar com problemas e quadros de ansiedade gerados a partir da expectativa diante da consulta médica. Foi pontuada também, a importância de práticas de exercícios físicos, alimentação, seguimento correto das recomendações médicas, a relevância das relações interpessoais no processo de prevenção ou tratamento. Ao final de cada encontro, os pacientes colocavam em evidência que o grupo era de suma importância para que se sentissem mais contemplativos diante do contexto no qual se encontravam, sendo que a expressão emocional e a troca de experiências entre os participantes foram fatores que contribuíram para o andamento das intervenções. Todos os encontros foram coordenados por três estagiárias do curso de Psicologia, sendo supervisionado por uma docente. Tal experiência de intervenção possibilitou um melhor entendimento sobre a inserção de um psicólogo no contexto da saúde coletiva, assim como sua importância diante de questões envolvendo promoção e prevenção de doenças, sendo que o acolhimento foi a principal base para que o estágio contribuísse positivamente para o desenvolvimento profissional das discentes envolvidas.

Palavras-chave: Qualidade de vida; prevenção e promoção; acolhimento.