Atividade: Discussão de estudo de caso

 

INVERSÃO DE PAPEIS: TERAPIA POR CONTINGÊNCIAS DE REFORÇAMENTO E A INTERAÇÃO ENTRE MÃE E FILHA

 

SUPERVISORA: Marília Zampieri

ITCR - Campinas

 

PSICOTERAPEUTA: Alice Frungillo

ITCR - Campinas

 

 

Carolina (21), filha única, frequentava pelo quinto ano consecutivo um cursinho pré-vestibular para prestar Medicina. Desde a infância, morava somente com sua mãe e não tinha relacionamento com o pai, exceto por encontros esporádicos quando este entrava com um processo para retirar a pensão alimentícia da cliente. A cliente mantinha uma relação conflituosa com sua mãe, e esta apresentava um padrão de dependência de Carolina, requisitando muito sua ajuda para tarefas, até as mais simples. A cliente sentia dificuldade para contracontrolar a mãe. Carolina namorava Fábio há três anos e apresentava na relação com ele um padrão de comportamentos parecido com de sua mãe, exercendo controle coercitivo sobre o namorado. As queixas apresentadas por Carolina estavam relacionadas à dificuldade para passar no vestibular e aos problemas de comunicação com o namorado e com a mãe.