Atividade: Comunicação oral (Pesquisa experimental aplicada)

 

IMPLEMENTAÇÃO DE UM PROGRAMA DE MANEJO COMPORTAMENTAL, REALIZADO PELO PROFESSOR EM SALA DE AULA, PARA REDUÇÃO DE COMPORTAMENTOS DE DESATENÇÃO E HIPERATIVIDADE

 

ALISSON ROGÉRIO CAETANO DE SIQUEIRA  

Luiz Renato Rodrigues Carreiro       

Universidade Presbiteriana Mackenzie       

A escola é um ambiente onde a emissão de comportamentos de desatenção e de hiperatividade são passíveis de observação direta. Esses comportamentos em alta incidência podem trazer prejuízos para o sujeito na sua relação com aquele ambiente. A sala de aula é o espaço privilegiado do contexto escolar onde os comportamentos podem ser manifestos. O professor apresenta-se nesse ambiente como observador e como agente modificador de comportamentos. Com isso, ele passa a ter um papel fundamental para que comportamentos indesejados do aluno possam ser modificados. O manejo comportamental realizado pelo professor, para sinais de desatenção e hiperatividade, tem sido implementado em contexto escolar e apresentado uma eficácia na redução de comportamentos incompatíveis com o aprendizado e proporcionando melhor desempenho acadêmico. O objetivo desse trabalho foi apresentar a implementação de um programa de manejo, realizado pelo professor, em sala para redução de comportamentos de desatenção e hiperatividade em sala de aula. Como método foi utilizado como instrumento um Guia de Orientações para Manejo Comportamental de Crianças e Adolescentes com Sinais de Desatenção e Hiperatividade, desenvolvido em trabalhos do Programa de Pós-graduação em Distúrbios do Desenvolvimento da Universidade Presbiteriana Mackenzie. A implementação das atividades propostas no Guia foi realizada por uma professora de 2º ano do ensino fundamental I em uma turma de 30 alunos de uma escola pública da região metropolitana de Curitiba. Foram observados os resultados de 13 alunos que participaram da pesquisa (grupo experimental). Os dados foram comparados com outra turma de 2º ano com 30 alunos, que tiveram 16 alunos como participantes e que compuseram o grupo controle. A duração da implementação do Guia foi de 8 meses. A professora recebeu treinamento básico dos conceitos da Análise do Comportamento e foi treinada no Guia. Durante o período de realização das ações de manejo, a professora recebia supervisões semanais, que depois foram espaçadas para um encontro mensal. Também durante esse período de implementação, as ações apresentadas pela professora foram verificadas por meio de um checklist semanal, totalizando 24 registros. A análise dos dados foi descritiva, por meio da descrição do percentual. Os resultados demonstraram que a professora que implementou o Guia teve participação de 100% nas reuniões e preenchimento dos checklist. A turma apresentou uma redução de 50% dos comportamentos de desatenção e 37,5% dos comportamentos de hiperatividade. A intervenção da professora, a partir dos conceitos da Análise do Comportamento, modificou os princípios de ação do professor nos comportamentos alvo dos alunos, configurando uma construção de ações de contingências do reforçamento e controle de estímulos. Conclui-se que a implementação do Guia de Manejo realizada pelo professor reduziu efetivamente comportamentos indesejados de desatenção e hiperatividade em sala de aula.         

Palavras-chave: manejo comportamental pelo professor; desatenção; hiperatividade em sala de aula. Guia de Orientações (manual)

 

Sugestão: divulgar o Guia de Orientações, colocando o nome do Guia no título do trabalho.